Não há produtos milagrosos para rejuvenescer

Não há produtos milagrosos para rejuvenescer

Os 60 são os novos 40 para a indústria da beleza: a mídia apregoa o conceito e a indústria de beleza estimula. Soluções instantâneas são anunciadas a uma velocidade difícil de acompanhar. Mas existe uma unanimidade entre os dermatologistas, que se divulga menos: não há produtos milagrosos para rejuvenescer.

produtos milagrosos para rejuvenescer 2

A síndrome da imagem refletida

É provável que você, como tanta gente hoje em dia, tenha passado a prestar mais atenção à aparência do seu rosto nas telas do telefone e do computador. As mídias sociais e as vídeo conferências têm tido esse efeito.

Como quem quer que use esses recursos, mesmo sem querer você acaba prestando atenção em sua própria imagem. Afinal, é inevitável  ficar olhando para si mesmo durante todo o tempo em que  se conversa online.

E aí , aos poucos, aquela ruguinha que está cada vez mais visível começa a incomodar. Assim como essa flacidez, que apareceu de repente e agora está mais nítida. Ou a papada e as bolsas sob os olhos, difíceis de disfarçar. E as olheiras?? Manchas novas?? Socorro!!!

Corre pro Google: quais são as últimas maravilhas cosméticas que vão consertar tudo isso?? Quais são os produtos milagrosos para rejuvenescer?

As telas são mais cruéis que o espelho. Não é por acaso que a busca – e a oferta – de produtos e procedimentos de beleza dispararam desde que a comunicação eletrônica passou a dominar nossa vida. Dois anos de pandemia, então, só incentivaram essa tendência.

De acordo com a Associação Brasileira da Indústria de Higiene Pessoal, Perfumaria e Cosméticos (Abihpec),  a venda de cremes, sérums e afins teve um aumento de 161,7% nos primeiros dez meses de 2020, em relação ao mesmo período de 2019.

Da mesma forma, o número de procedimentos de rejuvenescimento facial no últimos anos também aumentou significativamente em todo o mundo.

rejuvenescer desde a história antiga

Obsessão milenar

Claro que a obsessão pela beleza não é algo recente. Dados históricos indicam que as duas rainhas mais famosas do Antigo Egito, Nefertiti (1370 – 1 330 a.C.) e Cleópatra (69 – 30 a. C) já seguiam religiosamente diferentes rituais de esfoliação, hidratação e tonificação.

E não são apenas as mulheres que ao longo da história se preocuparam em eternizar a beleza e a juventude.  Os cuidados com a estética masculina são igualmente ancestrais. Poções, unguentos, loções e mesmo maquiagem fazem parte do ritual cotidiano  dos homens desde tempos imemoriais.

Entretanto, desde que as pessoas passaram a se contemplar diariamente em suas telas, a propensão de  corrigir aquilo que percebem como fatores desfavoráveis se intensificou . E com isso, foram ficando mais suscetíveis à uma enxurrada de produtos “milagrosos” que também aparecem constantemente nos anúncios e feeds das redes sociais .

Só que esses produtos dificilmente  surtem o efeito esperado. E o motivo, segundo os dermatologistas é simples. O marketing da indústria  não é garantia de resultado. E não há produtos milagrosos para rejuvenescer.

produtos milagrosos para rejuvenescer 3

Eficácia x Marketing

Um profissional ético e competente pode propor um tratamento muito mais assertivo, e possivelmente mais econômico do que gastar fortunas nos novos lançamentos.

O dermatologista espanhol Ricardo Ruiz, diretor e fundador da Clínica Dermatológica Internacional de Madri, considerada o primeiro “Hospital da Pele” da Espanha, é definitivo no combate à ilusão do marketing. Nesse sentido, ele afirma que a maioria dos produtos antienvelhecimento de hoje têm algo em comum com os de 20 anos atrás: eficácia mínima.

Luiz Guilherme Martins Castro, médico especialista em dermatologia pela Sociedade Brasileira de Dermatologia e Coordenador do Centro de Oncologia Cutânea do Hospital Alemão Oswaldo Cruz, compartilha da mesma opinião. Para ele, é preciso desmistificar o poder dos cosméticos rejuvenescedores.

De acordo com Castro, apesar de a indústria da beleza ter evoluído nos últimos anos, modismos e tendências que prometem o próximo grande ingrediente e fornecem a solução ideal de rejuvenescimento são pura ficção.

Como exemplo, cita o ácido hialurônico (HA), o novo queridinho da vez. Por sua alta capacidade de reter água, ele permite manter o viço e sustentação da pele. Entretanto, quando utilizado nos cremes  cosméticos, funciona apenas como um ótimo hidratante – e como justificativa para o alto preço do produto, obviamente.

Isso porque, como é o caso da maioria dos “astros” dos dermocosméticos, ácido hialurônico em cremes não ultrapassa as barreiras cutâneas. Portanto, não altera a estrutura da pele de maneira significativa. Quando aplicadas topicamente (na pele),  as moléculas  do HA ficam apenas na derme, oferecendo hidratação exclusivamente na superfície.

“Afirmar que um creme com ácido hialurônico reduz as rugas e flacidez é enganar o consumidor. Ele pode até ser um ótimo hidratante. Mas os benefícios param por aí. Seu efeitos são bem diferente daqueles obtidos pelos tratamentos de HA injetável, feitos nos consultórios”, destaca o dermatologista Castro.

Não existem produtos milagrosos para rejuvenescer

Essa é a mesma lógica do marketing de muitos cosméticos, anunciados como funcionais. Eles têm ingredientes poderosos na composição, mas não proporcionam benefícios reais se aplicados de forma tópica.

Certamente, pele bonita e saudável vem com cuidado constante. Não existe um atalho e nem um único produto de uso tópico que possa resolver todas as queixas. Além disso, não adianta cuidar da pele e deixar todo o resto de lado.

A principal recomendação é ter um dermatologista de confiança e nutrir a derme com alimentos e escolhas saudáveis. É preciso mante-la sempre hidratada,  e estabelecer uma rotina de cuidados específica – que é diferente para cada fase da vida – e se comprometer com ela.

Aliás, o que muitos dermatologistas ressaltam, é que o mercado de cuidados com a pele geralmente se concentra apenas em fatores externos. É preciso entender como diferentes gatilhos internos desempenham um papel fundamental para a pele.

boa nutrição ajuda a prevenir o envelhecimento

Abordagem de dentro para fora

Já ouviu a expressão “a gente é aquilo que a gente come”? Pois é. A saúde da pele também está fortemente ligada à  boa alimentação. Esta, por sua vez, apoia o  bom funcionamento da microbiota intestinal, que é a vasta colônia de microrganismos que vive no nosso intestino.

Considerada hoje praticamente como um órgão independente, a microbiota intestinal interage com os vários sistemas fisiológicos do nosso organismo. Isso inclui a saúde e a aparência cutânea.

A integridade do intestino e da microbiota é essencial para que não haja a inflamação da pele. Pesquisas mais atuais apontam  que a melhora do funcionamento intestinal reduz  marcadores inflamatórios, o que contribui também para uma aparência mais saudável da cútis.

Por isso, a ingestão habitual de fibras e alimentos probióticos, como kombucha, iogurtes, kefir, e outros que contém micro-organismos vivos, faz diferença. Eles ajudam a equilibrar a nossa microbiota e a promover a saúde em geral, incluindo a da pele.

Além disso, já foi demonstrado que existe uma dieta anti-envelhecimento,  baseada na ingestão de pouca carne e muitos vegetais, frutas, nozes e legumes. Esta dieta ativa os genes para a longevidade e combate o estresse oxidativo.

produtos milagrosos para rejuvenescer 4

Colágeno e elastina

Em contrapartida, uma dieta rica em carboidratos simples, como açúcar refinado e pão branco, pode acelerar diminuição do colágeno e elastina na pele e, consequentemente, contribuir para a flacidez e o aparecimento de rugas e linhas finas.

Colágeno e elastina são proteínas produzidas pelas células,  e dão a estrutura, firmeza e elasticidade aos tecidos.

O nosso corpo gradualmente produz menos colágeno e elastina à medida que envelhecemos. Mas essa produção pode decair mais rapidamente em função de certos fatores do estilo de vida.

Como o excesso de exposição ao sol e de consumo de álcool, o fumo, a falta de sono e de exercícios. Estresse e poluição também podem contribuir para acelerar a perda dessas proteínas.

Colágeno e elastina aparecem  como ingredientes de vários cremes e soros para a pele. Contudo, sua eficácia como aplicação tópica também é fictícia, pois essas moléculas não são encontradas naturalmente na superfície da pele. Elas estão nas camadas mais profundas, em que esses produtos não penetram.

Por isso, os suplementos orais de colágeno na forma de pílulas e pós dispararam em popularidade entre os consumidores. De fato, existem algumas evidências de que o colágeno hidrolisado oral pode ser absorvido pelo intestino e remetido à pele por meio da corrente sanguínea.

Ainda não existem resultados conclusivos. Mas vários ensaios randomizados revelam que a suplementação de colágeno pode realmente melhorar a qualidade e a aparência da pele.

Em alguns estudos, depois de algum tempo de uso pacientes constataram efeitos como maior hidratação e elasticidade da pele,  aparência mais suave das rugas superficiais e até melhor cicatrização.

pessoas felizes são mais bonitas

Nutrição e prazer

São sem dúvida resultados promissores, e as pesquisas continuam. Ao mesmo tempo,  um plano alimentar saudável também pode contribuir. A produção de colágeno  pelo organismo requer nutrientes como o zinco, encontrado em mariscos, legumes, carnes, nozes, sementes e grãos integrais.

Outro componente que  estimula essa produção é a vitamina C de frutas cítricas, frutinhas vermelhas, folhas verdes, pimentões e tomates.

E vale sempre reforçar o consumo da vitamina R, que é a “vitamina do relaxamento”: relaxar e desfrutar da vida, e estimular a produção dos “hormônios do prazer”. A  dopamina, serotonina, endorfina e a ocitocina são substâncias químicas produzidas pelo cérebro. Elas são  essenciais para o desempenho de diversas funções físicas e psicológicas.

Esses hormônios estão relacionados às sensações de motivação, alegria, euforia e  bem-estar geral. Certamente, as pessoas felizes e bem dispostas são mais bonitas.

Essa abordagem holística engloba, portanto uma dieta equilibrada, um estilo de vida saudável e uma rotina de cuidados específicos e personalizados, de eficácia comprovada.

produtos milagrosos para rejuvenescer 5

A rotina de cuidados

Assim,  um bom cuidado com a pele começa com o conhecimento sobre ela. Uma pele oleosa requer produtos distintos daqueles destinados para a normal ou seca.

Da mesma forma, quem é jovem deve optar por uma rotina de cuidados diferente de quem já possui pele madura. Já os que têm pele clara devem redobrar certos cuidados em comparação com quem tem um tom mais escuro.

Assim, a rotina básica varia segundo os biotipos, mas alguns passos podem ser comuns. Ricardo Ruiz, por exemplo, dá algumas recomendações:

  • O uso de filtro solar  deve começar já nas primeiras décadas de vida
  • Em relação aos compostos ativos, devemos usar cremes com vitamina C a partir dos 35 anos, principalmente pela manhã, pois tem poder antioxidante, anti-inflamatório, evita manchas e ajuda na produção de colágeno. A concentração ideal é entre 15 e 20%
  • A partir dos 40 anos, ele já recomenda o uso do retinol, mas sempre com controle médico.

A sequência anti-envelhecimento que ele recomenda  se baseia na utilização de um sérum de vitamina C pela manhã, seguida da aplicação de um filtro solar,  de fator superior a 30.

À noite,  o melhor é combinar fórmulas à base de  retinol  com  um produto indicado pelo dermatologista que contenha alfa-hidroxiácidos, como ácido glicólico. Além disso, é bom usar  um creme hidratante de conforto, dependendo de cada paciente (mais ricos para peles secas e mais adstringentes para peles oleosas).

E uma boa esfoliação duas vezes por semana.

A ameaça das telas

Ao mesmo tempo que os eletrônicos acentuam nossas pequenas imperfeições, muita gente acredita que eles também podem ser uma parte da causa do envelhecimento da pele. Existem uma forte crença de que a luz artificial emitida pelos computadores, smartphones, tablets é perigosa.

Na verdade, ela não representa nenhum perigo e dispensa o uso de filtro solar.

“Surpreendentemente, não há comprovação científica sobre os efeitos nocivos da luz artificial para pele. Ainda assim, muitos propagam a ideia errônea de que ela pode acelerar o envelhecimento cutâneo, e até causar o aparecimento de manchas na pele”, explica o dermatologista Castro.

Em outras palavras, o maior inimigo da pele é o sol, e não a tela.

procedimentos para rejuvenscer

Os procedimentos estéticos

Quando realizados com um profissional capacitado,  que utiliza técnicas seguras e produtos de qualidade, os procedimentos estéticos são uma opção que funciona. Principalmente para quem deseja resultados rápidos para suas principais queixas.

A escolha por determinado tratamento vai depender daquilo que cada um deseja e necessita. Por isso, optar por um dermatologista experiente é essencial para que os efeitos sejam os desejados e para que a chance de se ter reações adversas seja mínima.

Por fim, ao contrário do que a indústria cosmética promove, cuidar da pele não é um luxo, mas uma rotina de saúde.

Cuidados básicos, indicação correta de produto e escolhas de vida saudáveis ​​podem ajudar a retardar o processo natural de envelhecimento e prevenir vários problemas e doenças.

A chave para ter uma boa pele é saber aquilo que funciona para você e colocar em prática com a ajuda de um bom médico dermatologista.

Lembre-se: quando se trata da pele, não existem atalhos, nem receita milagrosa ou um caminho único a ser seguido. Existe comprometimento, constância e a adoção de um estilo de vida saudável.

Com a colaboração de Thalita Mion

Para ter sempre dicas e informações sobre alimentação e estilo de vida saudável, fique de olho no Instagram e no Facebook da Koobi Kombucha.

E peça a Koobi Kombucha pela loja online, em versões individuais ou packs.

Leave a Reply

Your email address will not be published.